terça-feira, 3 de julho de 2012

Hoje pedi ao papá para me levar á casa de banho e fiz xixi no penico. Não percebi foi porque é que o papá e a mamã fizeram uma festa a seguir.

quarta-feira, 2 de maio de 2012

Hoje foi dia de festa! Um dos tios do papa fez anos e fomos todos almoçar fora. Joguei a bola com o Lucas e dancei com a Sofia. Foi muito giro. A mama deixou-me levar a tartaruga da tia das sardas e tive todo o dia agarrado a ela. Quando viemos para casa a tia deu-me banho e a mama foi-me deitar, estava tão cansado..

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Pronto! Acordei com febre e então bora lá para mais xaropes. Que canseira!
Otite e amigdalite! Logo dois monstrinhos para me chatearem.

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Hoje fui com a família toda à tortura. Levaram-me a casa da Tia I., que eu ainda não conhecia e toda a gente teve a ver enquanto ela me batia na barriga e nas costas e me obrigava a tossir muito.
Mas para que é que é isto?
Não percebo qual é a ideia de toda a gente ver aquela maldade e não fazerem nada.

Mas dormi toda a noite descansadinho e sem tosse. Se calhar a Tia I., também sabe o que faz.

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Hoje fui à Dra. Graça, no Centro de Saúde com a Mamã e a Avó porque estava com muita tosse. Ela foi muito querida e receitou-me uns xaropes para ver se eu ficava melhor.

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Hoje a Mãmã levou-me a uma escola nova. Quis logo brincar com os brinquedos todas da minha nova sala e apesar do ar de desesperado da minha Mãe, entreti-me logo a brincar.
Almoçei muito bem e dormi uma bela sesta. A minha nova professora não é tão gira como a primeira, mas é bem querida e tem ar de quem me vai tratar muito bem.
Quando a Mamã me foi buscar, corri para os braços dela e ela deu-me muitos beijinhos. Que saudades que eu tinha dela....

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Dói-me o ouvido. Passei a noite a chorar e como a Mamã sabe que eu até gosto de dormir, achou muito estranho e levou-me à Dra. Margarida. Ela diz que eu estou com uma otite. Receitou-me um xarope e fiquei em casa com a Mãe para ver se ficava bom depressa.

Estou farto de estar doente. Ultimamente, ou é a barriga, ou os ouvidos, ou a diarreia. que chatice.

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Hoje voltei para a escola. Não me apetecia nada. Fiz uma birra enorme quando a Mamã me deixou lá. Já estava tão habituado a ficar com ela em casa que não queria mesmo esta confusão toda.

Ainda tenho um bocadinho de diarreia, mas a Dra. Margarida diz que é normal.
Estou cansado e chateado.

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Fiquei toda a semana em casa com a Mamã. Descobri que contagiei toda a gente que cá estava em casa na minha festa e andaram todos a vomitar e a ir para o hospital como eu. Coitadinhos.....
A Avó diz que eu estou muito mais magrinhos e que agora tenho de começar a comer mais sopinha e carninha para recuperar o peso que perdi. Perdi 300 gramas, o que para um miúdo como eu, já se nota nas bochechas.

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Como ainda me sinto muito fraquinho e sem forças, fiquei em casa com a Mãe. Foi o dia todo a dormir e a receber colinho. Aquela ida ontem ao Hospital deixou-me de rastos.

domingo, 9 de outubro de 2011

Acordei muito esquisito. Não me conseguia sentar e nem tinha forças para mais nada. Tive toda a manhã no colinho da Mamã sem comer nada. Estava a sentir-me tão mal.
A Mamã foi acordar o papá e levaram-me à Dra. Margarida. Parece que estava a desidratar.

As enfermeiras picaram-me 3 vezes os braços e eu chorei muito. Valeu-me a minha Mamã que nunca saiu do pé de mim. É tão bom quando ela está ao meu lado. Parece que custa menos a passar pelas coisas más.

Fiquei deitado numa caminha a dormir com um tubo ligado ao braço, toda a tarde. O Papá, a Mamã e a Tia das Sardas ficaram sempre ao pé de mim e deram-me muitos miminhos.

No fim da tarde lá me deram um iogurte e como eu não vomitei mais, a Dra. Margarida disse que eu podia ir para casa.

Foi um dia horrível....

sábado, 8 de outubro de 2011

Hoje fiz 1 ano! 12 meses! Mas o dia não correu lá muito bem.
Acordei a vomitar e a mamã ficou muito preocupado. Ainda por cima íamos ter festa cá em casa e eu estava a ficar muito doentinho. Doía-me muito a barriga e vomitava tudo aquilo que a Mamã me tentava dar.

Os meus amigos chegaram todos, mas eu estava muito murchinho e apesar de Mamã ter avisado toda a gente que eu não podia comer nem beber nada, houve quem teimasse em me dar copos cheios de água e bolachas. Estes crescidos não ouvem nada daquilo que a Mamã lhes diz. Que chatice....

Recebi muitas prendas giras e foi uma pena estar tão mal disposto, se nao, tinha-me fartado de brincar. A Mamã e o Papá fizeram-e um bolo azul com um 1 em grande e assoprei as velas enquanto me cantavam os parabéns.

Fiz um cócó muito grande em cima do padrinho, o que fez com que a Mãe se preocupasse ainda mais.
Senti-me muito fraquinho e só queria mesmo era colinho da Mamã e dormir, dormir, dormir.....

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Hoje fui à Dra. Margarida. Ela até é uma querida, mas faz-me coisas que eu não gosto. Põe-me um aparelho esquisito nos ouvidos e obriga-me a despir e a abrir muito a boca para me ver a garganta.
Mas tudo vale a pena porque a Mãe vem de lá toda contente e diz que eu já estou muito mais crescido. E é verdade... Já peso quase 10 quilos e já meço75 centímetros.
 Isto é ser grande, pois é?

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Hoje dormi uma grande sesta na escola. A Tânia já aprendeu que eu gosto que me embalem um bocadinho antes de dormir. Sabe-me mesmo bem....

De manhã bati com a cabeça e chorei um bocadinho, mas a Tânia deu-me logo colinho e montes de miminhos e pôs-me um creme no dói dói e fiquei logo bem.

Em compensação, já percebi porque é que a sopa da escola era tão horrível! As senhoras da cozinha não punham sal e eu já desde os 9 meses que como sopa com sal. Finalmente agora já posso comer sopa boa!

sábado, 17 de setembro de 2011

Hoje não houve escola e houve festa. A Tia das Sardas disse-me que eu ia ser amigo do Jesus. Não o cheguei a conhecer, mas por alguma razão sinto que somos mesmo amigos.
Foi uma grande confusão cá em casa logo de manhã.

O papá e o mano da Tia dos Caracóis, encheram o jardim de mesas e de bancos e estava cá muita gente a correr de um lado para o outro. A Tia das Sardas deu-me banho e vestiu-me. Fiquei para lá de giro.
A Tia trouxe uma prenda muito gira para a Mãe e ela teve de desembrulhar muitas coisas. E no fim, surpresa.... apareceu o meu novo amigo. Chama-se Du, tem um aquário verde muita giro e é uma tartaruga!!!! Não sei bem como, mas a Tia das Sardas sabe o que faz.

Depois fomos até uma igreja onde estavam muitas pessoas que eu conheço (que me encheram logo de beijos e abraços e iam-me despenteando todo...que chatice!) e o Senhor Padre também pegou logo em mim ao colo.
Fiquei sentado na 1ª fila, mesmo À frente de toda a gente, com o papá, a mamã, a Tia das Sardas (que estava com o vestido tão lindo, tipo as princesas...) e o mano da Tia dos Caracóis, que foi acender uma vela só para eu ver (mas depois não me deixou mexer!).
O Senhor Padre teve muito tempo a falar e percebi que tinha de me portar bem, porque toda a gente olhava para mim! Depois a Mamã pegou-me ao colo e puseram-me água na cabeça. Outro banho? Para quê? Eu sei que as pessoas me despentearam, mas não acho que houvesse necessidade de me molharem outra vez!!!!

Depois cá em casa foi uma festa. Estavam cá todos e fartei-me de brincar com toda a gente. O mano da Tia dos Caracois, que percebi que afinal é o meu padrinho, deu-me uma moto super gira, um babete do Benfica (eu acho que foi só para chatear o Pai) e a Tia dos Caracois trouxe-me uma foto minha mas em grande que a Mamã pôs logo na sala para todos verem.

Recebi muitas prendas giras e, imaginem só, recebi outra mota, mas vermelha em vez de verde. A Tia G. trouxe-me um andarilho giríssimo e pude passear por too o lado como se já soubesse nadar. A Tia P., amiga da Tia das Sardas comprou-me um casaco azul escuro, cheio de estilo que fez com que a Mãe gritasse muito quando o viu (não percebi bem porquê). Recebi muita roupa gira e a Mãe mandou fazer um bolo com uma tartaruga. Estava tão giro! E nem imaginam, a tartaruga estava com a cabeça espetada como a Mamã dizia que eu fazia quando era pequenino!!! Parecia mesmo a sério.

Quando cai à cama é que foi bom. A festa toda cansa qualquer pessoa. E hoje foi um dia em grande!

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Ontem o dia de escola até nem foi mau, mas o de hoje correu muito melhor. A Tânia pintou as minhas mãos e depois fui sujar uma camisola toda que a Mamã tinha dado à Tânia com elas (não tenho culpa, foi a Tânia que disse para eu fazer assim!).

Quase que consigo andar sem ajuda e a Tânia aproveita as minhas proezas para me tirar muitas fotos e filmar. É muito divertido.
Como está calor, a Carmen, que é a outra senhora que toma conta de mim e dos outros meninos, deixa-nos ir brincar para a rua e assim ando toda a tarde de baloiço. É tão giro!!!!

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Depois de dois dias inteirinhos sem escola, hoje voltámos. Fui um bocadinho rabugento e sem grande vontade de lá ficar, mas a verdade é que acabei por me divertir e brincar imenso com os outros meninos.
A sopa continua a ser horrível, mas em compensação o lanche é sempre bom.
Dormi um bocadinho depois do almoço, porque a verdade é que mesmo quando tento não dormir, ha alguma coisa mais forte do que eu que me faz fechar os olhos e cair num soninho bom.

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Já percebi que vou ter mesmo de me habituar. Não gostei nada disto outra vez.
Não percebo porque é que a Mamã não explica às senhoras da cozinha como se faz a sopa que eu gosto em vez de me obrigar a comer esta, que não sabe a nada.
O lanche até nem foi mau (um miúdo como eu adora pápa) e lá consegui convencer-me a dormir pouco mais do que uma horinha.

Quero acreditar que isto com o tempo vai lá.

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Nem vos vou dizer que hoje foi tudo igual. Eu quero a minha mãe. Isto não se faz.
E ainda por cima, hoje a Mamã não apareceu depois do almoço para me ir buscar e tive de dormir na escola (quer dizer, essa parte até foi boa, porque eu estava realmente com muito sono, mas a minha cama é a minha cama...). Dormi pouquinho e voltei a comer sopa horrível.

Será que a Mamã não percebe que não gosto nada disto?

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Que desilusão!
Eu, que achava que ir à escola era o máximo, e quando finalmente convenci a Mãe a deixar-me lá ficar mais tempo, dão-me uma sopa horrível! Que saudades da Mamã e da sopa que ela faz sempre para mim..... Acho que se diz que se virou o feitiço contra o feiticeiro.... Que chatice. Logo agora que eu já me estava a habituar a partilhar a Tânia com os outros meninos.... Fiquei mesmo triste.
Chorei e fiz birra e só queria era que a minha mamã chegasse para acabar com aquela tortura.

terça-feira, 6 de setembro de 2011

E não é que a Mamã me deixou mesmo voltar?
Logo da manhã, lá nos vestimos, pegamos na mochila gira que a Mamã me comprou e lá fomos nós até à escola.
A Tânia põe muita música para nós dançarmos e todas as manhãs nos canta umas músicas muito giras.
Só é pena que a Mamã não perceba que duas horinhas é muito pouco para um miúdo como eu, que ainda tem tanto para mexer naquela sala.
Enfim, pouco antes do almoço lá apareceu a Mãe para voltarmos para casa. Não entendo, mas ela lá deve saber o que está a fazer....

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Não percebi bem o que me aconteceu hoje. A Mamã e o Papá levaram-me a uma escola muito gira. Cheirava tão bem quando lá entravamos. Fiquei logo na 1ª sala com uma senhora muito simpática chamada Tânia. Ela brincou muito comigo durante toda a manhã.
A sala tem outros meninos como eu (apesar de parecerem todos um bocadinho mais crescidos, até já há alguns que se põem em pé!) e imensos brinquedos novos para eu brincar. Diverti-me imenso e nem dei por o pai e a mãe se terem ido embora.

Passado pouco tempo a mamã apareceu de novo para me ir buscar. Que pena! Estava a gostar tanto de lá estar. Será que amanhã a Mamã me deixa ir de novo para lá?

sábado, 23 de julho de 2011

Hoje fui ao casamento dos Tios. Que festa mais gira!!!
A Tia comprou-me uns calções azuis e uma túnica branca para usar e acho (ou tenho a certeza!) que era o miúdo mais giro da festa (e estava lá muitos....).
Dancei muito com o papá (apesar da música estar muito alta), comi chocolate, croquetes e bebei sumo de melancia com beterraba (escusado será dizer que os crescidos, mal me viram de boca toda suja se fartaram de me tirar fotografias.

A Tia estava tão linda e eu, como sou um miúdo cheio de sorte, ela deu-me umas das flores do ramo dela. Fiquei mesmo feliz por ter uma coisa nova para estragar. E não é que arrancar pétalas é uma coisa tão gira? Bem me quer, mal me quer, bem me quer....

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Amanhã é o casamento dos primos e por isso, hoje foi dia de churrasco!!!
Até fui para a piscina com o Tio, a mana e os amigos do Tio. Foi muito giro e toda a gente se riu quando eu me portei lindamente ao colo do Tio dentro de água.
Como estava canasadito, enquanto os papás papavam, eu dormi um soninho grande num dos quartos do Hotel Acordei muito mal disposto e e Tia ficou comigo em casa para os papás se irem divertir. Claro que dormir toda a noite, como combinei com a Tia.

terça-feira, 19 de julho de 2011

Hoje adormeci na cadeira depois de comer. E a tonta da mãe, em vez de me ir deitar na caminha, não. Agarrou na maquina e tirou-me fotografias.
Não é justo apanharem-me assim indefeso.

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Não percebo afinal que Verão é este que nunca dá para irmos à praia.
Passamos o dia em casa, a Tia foi-nos visitar e brincou comigo e com a Senna no carrinho. Gosto muito da Senna, mas fico muito atrapalhado com as lambidelas que ela me dá.... Ainda para mais, depois de já ter tomado banho e estar todo lavadinho e a cheirar bem. Tenho de ver se lhe explico que assim não podemos continuar a brincar juntos.

quinta-feira, 14 de julho de 2011

Dia de mimo!!! Eheheh....
A mamã e o papá foram para Lisboa ver a tourada e eu fiquei nos miminhos da Tia das Sardas. Tão bom. Se vocês soubessem.

sábado, 9 de julho de 2011

A Avó fez anos. Tive uma festa enorme. Estava lá imensa gente conhecida (e muita desconhecida também).
Provei ananás que o Tio me deu, e andei ao colo de uns tios que nunca tinha visto, mas que eram muito parecidos com o Avô.
Cantámos os Parabéns à Avó e depois vimos um filme que fez a Avó chorar muito. Todos queriam tirar-me fotografias, mas eu não me apetecia, havia ali tanta coisa para mexer que não tinha piada ficar parado.

Fiz um óó muito grande quando fui para casa. Ter vida social cansa muito....

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Hoje tive uma festa de anos. O primo fez anos e à tarde fomos com a Tia das Sardas para casa dele. Quando cheguei e vi a piscina percebi logo que o divertimento ia ser garantido.

A Tia levou-me a tomar banho, mas a água estava tão fria que eu nunca parei de tremer. Os avós acharam muita piada quando perceberam que mesmo com frio eu não queria sair da piscina.

Tomei um banho quentinho na banheira do primo e com tanta brincadeira na água, acabei por fazer cócó lá dentro.

(Desculpa, Tio, sei que não achaste muita piada...!!!!)

terça-feira, 5 de julho de 2011

A mamã prometeu e hoje cumpriu. Fomos para a praia!!!
A Tia das Sardas e o Tio forma comigo e divertimo-nos a valer. O Tio é muito fixe porque vai sempre buscar baldinhos de água para mim, mesmo quando eu gosto é de os entornar na areia!

Brincamos com as forminhas e eu fiz tantas caretas que a mãe fartou-se de me tirar fotografias. Que pena que o Pai estivesse a trabalhar e não pudesse ver o quanto me diverti com eles.